Developments

Introdução ao HTML Aprendendo desenvolvimento web MDN

Recomendo a leitura do meu Guia de Expressões Regulares em flaviocopes.com/javascript-regular-expressions/ (texto em inglês). Isso fará com que o navegador envie os dados do formulário usando bootcamp de programação POST para o URL /novo-contato na mesma origem. Por padrão, os formulários são enviados usando o método de HTTP GET. Isso tem suas desvantagens e, em geral, você vai querer usar o método POST.

  • Esses podem ser palavras, imagens, vídeos, documento, etc.
  • Esse, porém, não é o seu caso de uso, porque, como você pode ver, é muito mais detalhado.
  • Semelhante ao áudio, também podemos inserir vídeos nas páginas HTML utilizando a tag video, adicionada na HTML5, como na Listagem 16.
  • Esses estilos são exatamente os mesmos que os de b e i, por padrão.

A Listagem 5 mostra como adicionar um link para outra página, neste caso, indicada pelo arquivo pagina2.html. Na Listagem 2 podemos ver como utilizar essas tags, e na Figura 1 temos o resultado desse código. Para testar esse código, basta copiá-lo para o espaço indicado na Linha 8 da Listagem 1 e salvar o documento com a extensão .html. Cabeçalhos são normalmente utilizados para identificar páginas e seções e possuem aparência diferenciada do restante do texto.

JavaScript

No passado, o W3C (World Wide Web Consortium) era a organização encarregada de criar o padrão HTML. Aprendi muito escrevendo este manual, mesmo trabalhando com a web há mais de 20 anos, e tenho certeza de que você também encontrará algo novo. As excepcionais Ferramentas de Desenvolvedor integradas a qualquer navegador nos permitem inspecionar e nos inspirar no HTML escrito por qualquer pessoa no mundo. Ainda assim, diversos aspectos do HTML permanecem um mistério para muitas pessoas, inclusive para o autor deste artigo.

No HTML há seis níveis de cabeçalhos/títulos que podem ser utilizados por meio das tags h1, h2, h3, h4, h5 e h6, sendo h1 o maior/mais relevante e h6 o menor/menos relevante. Entre a tag de abertura e a tag de fechamento temos o texto do link. Eles não podem conter outros elementos, apenas texto. Alguns elementos em bloco podem conter outros elementos em bloco, mas isso depende. A tag meta viewport é usada para informar ao navegador para definir a largura da página com base na largura do dispositivo.

Conteúdo

Agora, esses dois exemplos que fiz são trechos de HTML tirados de um contexto de página. Em vez disso, seu foco é naquilo que as coisas significam. Algumas dessas regras são incorporadas, como quando uma lista é renderizada ou quando um link é sublinhado em azul. Embora, na prática, seja provavelmente o modo menos popular de se gerar HTML, ainda é essencial conhecer seus blocos básicos de construção. No fim, os fornecedores de navegadores perceberam que esse não era o caminho certo para a web e recuaram, criando o que hoje é conhecido como HTML5. Se você é novo em HTML, este manual tem como objetivo ajudá-lo a começar.

  • Os formulários web são uma ferramenta muito poderosa para interagir com os usuários – geralmente são usados para coletar dados dos usuários ou permitir que eles controlem uma interface do usuário.
  • Durante anos, tivemos dois padrões concorrentes, cada um com o objetivo de ser o oficial.
  • É assim que você pode definir o nofollow globalmente.
  • O atributo sandbox permite limitar as operações permitidas nos iframes.

Geralmente, adicionamos um atributo class ou id a esse elemento, para permitir que ele seja estilizado usando CSS. É útil dividir um artigo longo em diferentes sections. Por exemplo, uma lista de publicações em blog na página inicial. A tag article identifica algo que pode ser independente de outras coisas em uma página. Essas tags podem conter um conjunto não especificado de outras tags.

A relação entre HTML, CSS e JavaScript

Isso acontece porque um elemento de imagem não envolve conteúdo para ter efeito em si mesmo. Sua proposta é incorporar uma imagem na página https://www.h2foz.com.br/negocios/saiba-como-escolher-um-bootcamp-de-programacao-para-alavancar-sua-carreira/ no lugar que o código aparece. Atributos contém informação extra sobre o elemento que você não quer que apareça no conteúdo real. Aqui, class é o nome do atributo e editor-note é o valor do atributo. O atributo class permite que você forneça ao elemento um identificador que possa ser usado posteriormente para aplicar ao elemento informações de estilo e outras coisas. Observe que, usando CSS, podemos alterar o padrão para cada elemento, definindo uma tag p para que seja em linha, por exemplo, ou um span para ser um elemento em bloco.

O HTML também nos dá a tag picture, que faz um trabalho muito semelhante ao srcset. Se o tamanho da janela for maior que 500px, mas menor que 900px, a imagem é renderizada em 50% do tamanho da janela. No srcset usamos a medida w para indicar a largura da janela. Os tipos mais comuns são PNG, JPEG, GIF, SVG e, mais recentemente, WebP.